80% DOS PORTUGUESES SÃO BURROS, OS RESTANTES NÃO TÊM TEMPO PARA A INTERNET!

quarta-feira, abril 26, 2006

EXPLICAÇÃO PARA A MINHA AUSÊNCIA FORÇADA

Andava a sentir uma pressão que me apanhava o fundo das costas e ia até à garganta, desesperado, desloquei-me ao hospital onde fiz uma radiografia. Como não conhecia lá ninguém, senti-me um paciente igual aos outros, com uma diferença, como paciente, aguardei pacientemente, vi muitos impacientes, e para esses, gostaria de deixar uma palavra; lá por terem fracturas expostas não é razão para gritos nem insultos, só cedo o lugar a idosos e grávidas, quanto mais, não existe nenhuma placa que diga para ceder lugar a indivíduos com fracturas expostas.
Depois de ouvir durante duas horas chantagem emocional por parte de um indivíduo com a perna esfarrelada tentando se sentar no meu lugar, eis que finalmente chega o médico com a radiografia. Diagnosticou paneleirice, sofro de um mal paneleiro, por outras palavras, o médico desconfia que eu nasci no corpo errado e que só o fiz perder tempo, tempo esse que daria para evitar a amputação da perna dum individuo que estava na sala de espera a queixar-se.
À saída dei a boa noticia ao amputado, afinal eu não tinha nada, era apenas uma paneleirice.

...em relação à dor que sinto desde o fundo das costas até à garganta, o médico aconselhou-me a tirar a vassoura do cu.

voltei.....acho eu.